9 situações que GARANTEM o adicional de 25% no pagamento da aposentadoria

9 situações que GARANTEM o adicional de 25% no pagamento da aposentadoria

Compartilhar

Milhões de brasileiros hoje em dia estão passando por situações financeiras complicadas. Isso inclui trabalhadores com carteira assinada, informais e até mesmo beneficiários do INSS de vários tipos. 

O que muitos não sabem, contudo, é que existem situações em que é possível solicitar um adicional de 25% mensal. Ou seja, os beneficiários podem contar com ¼ a mais nos depósitos. 

A seguir vamos trazer detalhes sobre o grupo que pode solicitar esse valor e como funciona esse pagamento a mais. Confira e saiba exatamente quem pode contar com esses valores agora. 

O que é o adicional de 25% do INSS?

Antes de mais nada, ainda existem muitas pessoas que não sabem exatamente como funciona esse tipo de pagamento.  Mas então, afinal de contas, o que é o adicional de 25% do INSS?

De acordo com as regras da Previdência Social, esse é um pagamento para aposentados que precisam da ajuda de uma terceira pessoa. 

Em outras palavras, é um valor a mais para quem precisa de auxílio para as tarefas básicas do dia a dia.

Esse valor serve como uma ajuda para a contratação de um especialista – cuidador, enfermeiro, etc. – ou como auxílio para os gastos em caso de familiar ajudando. 

Como é feito o pagamento do adicional de 25%?

O chamado auxílio-acompanhante não é disponibilizado automaticamente. 

Segundo o INSS, o valor é disponibilizado diretamente como um adicional junto com a mensalidade. Ou seja, os beneficiários recebem o valor que já vinham recebendo e, depois de aprovado, um valor de 25% a mais. 

Contudo, é necessário fazer a solicitação desse tipo de benefício. Além disso, não são todos os beneficiários que podem receber. 

De acordo com as regras atuais, quem pode receber o adicional de 25% do INSS são os aposentados por incapacidade permanente – antiga aposentadoria por invalidez. 

O que garante esse pagamento é o art. 45 da Lei nº 8.213/91. 

9 situações que adicionam 25% no benefício do INSS

Finalmente, é importante lembrar que não é qualquer aposentado que pode solicitar os valores. É necessário estar em uma condição comprovadamente incapacitante. 

Em outras palavras, existem algumas condições e doenças que garantem esse adicional do Instituto Nacional do Seguro Social. 

Entre os destaques, confira 9 situações que garantem o adicional de 25% do INSS:

  1. Cegueira total; 
  2. Paralisia de dois membros inferiores ou superiores; 
  3. Perda de, no mínimo, 9 dedos das mãos; 
  4. Perda de membro superior ou inferior – quando o uso de prótese não é possível; 
  5. Doença que exige que o aposentado fique permanentemente acamado; 
  6. Condição de alteração das faculdades mentais com grave perturbação comprovada; 
  7. Incapacidade definitiva para atividades diárias; 
  8. Quando há perda de uma das mãos ou pés – sem capacidade de prótese; 
  9. Quando há perda de membros inferiores acima dos pés – sem capacidade de prótese. 

 

É importante lembrar, por fim, que o pagamento só é garantido para quem passar por perícia que confirme a condição incapacitante. Ou seja, parte da solicitação é passar pelo olhar do médico perito da Previdência Social. 

Fonte: Pronatec

Notícias Relacionadas

Receba conteúdos sobre nossas especialidades em seu e-mail.

Atendimento Online Advogado

Antes de entrar em contato nos informe seus dados abaixo:

🔴 ALERTA DE GOLPE 🔴

Inúmeros clientes de escritórios de advocacia em geral estão sofrendo tentativas de golpes desde 2022 por telefone e WhatsApp.

Os dados de processos, no Brasil, são públicos. Isso facilita as ações de golpistas.

Por isso, se você receber qualquer contato em nome do escritório ou dos Drs. Gutemberg Amorim e Yunes Marques e Sousa solicitando envio de valores via Pix, desconfie!

Esse não é um procedimento do escritório.

Dúvidas, ligar para (62) 3091-7443.