Corte no orçamento do INSS pode afetar prestação de serviços a segurados

Corte no orçamento do INSS pode afetar prestação de serviços a segurados

Compartilhar

Na última segunda-feira (24), o presidente Jair Bolsonaro sancionou a lei do Orçamento para 2022 que, entre outras medidas, fez um corte de R$988 milhões no orçamento do INSS. Segundo especialistas da área previdenciária, o veto pode atrasar a concessão de benefícios como aposentadoria, auxílio-doença e pensões, além de levar ao fechamento de agências. 

O órgão, que já sofre com precarizações há bastante tempo e possui uma fila de espera de aproximadamente 1,8 milhões de processos, pode ter a situação agravada. 

“São necessários investimentos em estrutura e pessoal, mas foram exatamente esses os pontos vetados no Orçamento”, diz Adriane Bramante, presidente do IBDP (Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário).

Outro serviço afetado pelo corte no orçamento são as perícias médicas e avaliações sociais, ambos procedimentos necessários para a concessão de alguns benefícios. 

Notícias Relacionadas

Receba conteúdos sobre nossas especialidades em seu e-mail.

Atendimento Online Advogado

Antes de entrar em contato nos informe seus dados abaixo: