Fique atento às cláusulas abusivas do seu contrato de plano de saúde

Fique atento às cláusulas abusivas do seu contrato de plano de saúde

Compartilhar

Não é incomum que consumidores confiem em todas as cláusulas contratuais ao contratarem um plano de saúde. Porém, nem sempre tudo o que está no contrato é legal.

Listamos 4 cláusulas consideradas abusivas, e que costumam estar presentes nesse tipo de contrato de prestação de serviços:

1 – Limitação de prazo de internação: o consumidor tem direito de permanecer internado até que seu estado de saúde seja estável. Quem deve determinar isso é o médico e não o plano de saúde;

2 – Exclusão de cobertura de prótese: somente próteses para fins estéticos podem ser excluídas da cobertura;

3 – Suspensão de atendimento por atraso de pagamento: o atraso de somente uma parcela não pode gerar a suspensão do plano, tendo em vista que o consumidor pode efetuar o pagamento a qualquer tempo, com incidência de juros e correção monetária;

4 – Reajuste por mudança de faixa etária: o reajuste de preço somente pela faixa etária, após os 60 anos, contraria o Estatuto do Idoso.

Você contratou um plano de saúde? Revise seu contrato e veja nele contém alguma dessas cláusulas.

Notícias Relacionadas

Receba conteúdos sobre nossas especialidades em seu e-mail.

Atendimento Online Advogado

Antes de entrar em contato nos informe seus dados abaixo: