Não comparecimento à perícia médica pode suspender auxílio-doença

perícia médica

Compartilhar

Cerca de 85 mil segurados que recebem o benefício por incapacidade temporária (antigo auxílio-doença), podem perdê-lo por não terem marcado perícia médica após o pente-fino do INSS.

“A partir do dia 19 de novembro, os segurados que ainda não agendaram poderão ter seu benefício suspenso”, informa o órgão. O prazo inicial acabava na última quinta-feira (11).  A relação completa dos convocados está disponível no Diário Oficial da União. Para agendar a perícia, é necessário acessar o site ou aplicativo MEU INSS ou ligar para o número 135, que funciona de segunda a sábado, das 7 às 22h.

No dia da perícia, o segurado deve levar seus documentos pessoais e toda documentação médica atualizada sobre a incapacidade que deu direito ao benefício. 

Quem não atender à convocação para agendamento ou não comparecimento na data da perícia médica agendada, terá o benefício suspenso até atestar a necessidade de continuar “afastado”. Após 60 dias da suspensão realizada, a situação do benefício poderá ser convertida em cessação definitiva.

Notícias Relacionadas

Receba conteúdos sobre nossas especialidades em seu e-mail.

Atendimento Online Advogado

Antes de entrar em contato nos informe seus dados abaixo:

🔴 ALERTA DE GOLPE 🔴

Inúmeros clientes de escritórios de advocacia em geral estão sofrendo tentativas de golpes desde 2022 por telefone e WhatsApp.

Os dados de processos, no Brasil, são públicos. Isso facilita as ações de golpistas.

Por isso, se você receber qualquer contato em nome do escritório ou dos Drs. Gutemberg Amorim e Yunes Marques e Sousa solicitando envio de valores via Pix, desconfie!

Esse não é um procedimento do escritório.

Dúvidas, ligar para (62) 3091-7443.