Com parte autora em outro País, juiz realiza audiência via WhatsApp
Direito Civil | 03/10/2018

Com parte autora em outro País, juiz realiza audiência via WhatsApp

Na ausência de uma das partes do processo durante audiência, o juiz Aureliano Albuquerque Amorim, da 4ª Vara Cível de Goiânia, utilizou a tecnologia que estava ao seu alcance para não atrasar o trâmite da ação Com anuência dos demais envolvidos, o magistrado acessou o aplicativo WhatsApp no celular para ouvir depoimento do autor da ação, que estava nos Estados Unidos.

"É uma tecnologia simples, que está ao alcance de todos e representa o início de uma situação que deve ser comum no futuro: o ambiente virtual ser mais utilizado do que o real, a fim de facilitar e tornar mais célere a prestação jurisdicional", destaca o magistrado.

A oitiva via internet foi gravada normalmente com o mesmo sistema informatizado para audiências presenciais. Para isso, o celular foi posicionado em frente à câmera e ao microfone. A parte ausente estava representada por advogado, responsável por informar que o cliente estava fazendo um curso no estrangeiro. Requeridos e representantes legais não se opuseram em ouvir o autor a distância.

Aureliano Amorim, que foi juiz auxiliar da presidência do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) entre 2009 e 2012, é grande incentivador da tecnologia. O magistrado foi um dos responsáveis pela implantação do Processo Eletrônico nos Juizados e o início da adaptação do modelo na Justiça comum.

Fonte: Tribunal de Justiça do Estado de Goias.
 

Ficou alguma dúvida? Entre em contato conosco ou agende uma visita.

pergunta

Qual o seu problema?

Atendimento rápido e online!

Step
Agende agora mesmo um horário com a M&S AMORIM
Para lhe prestar o melhor serviço, queremos entender melhor sua necessidade.
Ligamos para você!
Solicite uma ligação
e tire suas dúvidas
Fale com um de nossos atendentes ou, se preferir, nós ligamos para você.

VENHA BATER UM PAPO CONOSCO, NÓS PODEMOS LHE AJUDAR ;)

Agende aqui sua visita

Consulta de processos

Ligamos para você

Dúvida