Pacientes com autismo terão cobertura total dos planos de saúde

Pacientes com autismo terão cobertura total dos planos de saúde

Compartilhar

Todos os tratamentos indicados por médicos para pacientes diagnosticados com o transtorno do espectro autista (TEA) deverão ser cobertos pelos planos de saúde. 

A decisão, que foi publicada no Diário Oficial da União em 24 de junho, está de acordo com o rol de procedimentos da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar) e deve valer a partir do dia 1° de julho. 

Famílias terão menos burocracia na busca por tratamentos

Com a inclusão dos tratamentos na lista, pacientes terão acesso a psicólogos, fonoaudiologia e terapias ocupacionais de forma contínua e por tempo indeterminado.

No entanto, a decisão não contempla procedimentos fora da lista de cobertura da ANS, o que é uma necessidade para muitas pessoas. 

Como será a cobertura

O rol taxativo inclui, agora, todos os transtornos globais do desenvolvimento contidos na Classificação Internacional de Doenças (CID) F84. 

Alguns exemplos de doenças são o autismo infantil, o autismo atípico, a Síndrome de Asperger e a Síndrome de Rett.

Notícias Relacionadas

Receba conteúdos sobre nossas especialidades em seu e-mail.

Atendimento Online Advogado

Antes de entrar em contato nos informe seus dados abaixo:

🔴 ALERTA DE GOLPE 🔴

Inúmeros clientes de escritórios de advocacia em geral estão sofrendo tentativas de golpes desde 2022 por telefone e WhatsApp.

Os dados de processos, no Brasil, são públicos. Isso facilita as ações de golpistas.

Por isso, se você receber qualquer contato em nome do escritório ou dos Drs. Gutemberg Amorim e Yunes Marques e Sousa solicitando envio de valores via Pix, desconfie!

Esse não é um procedimento do escritório.

Dúvidas, ligar para (62) 3091-7443.