Teto previdenciário em 2022

Teto previdenciário em 2022

Compartilhar

O valor do teto previdenciário é reajustado anualmente de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que é responsável por fazer a correção dos salários, além dos valores que são pagos por meio de aposentadorias, auxílios e pensões.

Em 2021, a inflação média totalizou 10,16%, o que significa que todos os aposentados e pensionistas do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) terão esse percentual de ajuste.

Assim sendo, o teto previdenciário em 2022 subiu de R$6.443,57 para R$7.087,22, e valerá a partir de 1° de fevereiro. 

A correção incidirá sobre:

– contribuições descontadas dos trabalhadores com carteira assinada;

– contribuições pagas por profissionais autônomos.

Para quem é MEI (Microempreendedor Individual), a contribuição mensal sobe para R$60,60, com acréscimo de R$1 para quem atua no comércio e indústria, e de R$5 para quem presta serviços.

Beneficiários que recebem salário-mínimo 

Para o grupo de beneficiários do INSS que recebem até um salário-mínimo, a correção foi fixada em 10,18%, de acordo com o aumento definido pelo Palácio do Planalto (o salário mínimo para 2022 ficou definido em R$ 1.212).

Notícias Relacionadas

Receba conteúdos sobre nossas especialidades em seu e-mail.

Atendimento Online Advogado

Antes de entrar em contato nos informe seus dados abaixo: